Nome
Benjamin
Sobrenome
Oron
Chaver do Movimento Juvenil
Habonim Dror
Biografia

   Nascido no Brasil, novembro de 1939 Casado com Clara, três filhos e sete netos  

Movimento   Aderiu ao Dror em meados dos anos 1950.
Enviado ao Machon Lemadrichim em Jerusalém (1958).
Retornando ao Brasil, foi mazkir do snif São Paulo, shaliach no Rio de Janeiro e Mazkir da Hanhagá Artzit.
Demitiu-se da Hanhagá Artzit em inicios de 1963, a causa de divergências com a Hanhagá Elioná relativas à questão Erez/Bror Chail. Recém-casado com Clara, emigrou à Israel de maneira independente.    

Serviço Profissional   Convencido por sua esposa que não contribuiria muito a fazer “florescer o deserto” renunciou ao lugar de tralho que lhe foi oferecido em Yeruham e meses mais tarde foi aceito como funcionário do Ministério de Relações Exteriores em Jerusalém.  


Estudos   1966-1969 Universidade Hebraica de Jerusalém, Faculdade de Ciências Sociais   1979-1982 Marymount College, Nova Iorque, EUA, História e Sudeste Asiático   Workshop de Pós-Graduação 1990-1991, Instituto Davis de Relações Internacionais, Universidade Hebraica de Jerusalém  
Atividades Voluntárias    2006-2019 Membro do Conselho de Administração da ONG "Hand in Hand"- Centro de Educação Judaico-Árabe em Israel   A partir de 2012 Membro, "Fórum Tzora" – ONG política. Membro do Comitê Gestor 2012-2013   A partir de 2005 Membro da Associação para os Direitos Civis em Israel    
Idiomas: Hebraico, inglês, português, espanhol, francês  

Ativo em:
São Paulo
Rio de Janeiro
Ano de preparação pré aliá
1958
O ano assinalado foi passado em:
Machon Lemadrichim
Ano de aliá
1963
País de residência
Israel
Cargos de Âmbito Nacional
1963-1969 Assistente, Divisão de Cooperação Internacional, Ministério das Relações Exteriores, Jerusalém
1969-1971 Segundo Secretário, Embaixada de Israel, Bogotá, Colômbia
1971-1975 Primeiro Secretário, Embaixada de Israel, Santiago, Chile
1975-1978 Assistente Principal, Divisão Econômica, Ministério das Relações Exteriores, Jerusalém
1978-1982 Conselheiro, Missão Permanente ante as Nações Unidas, Nova Iorque
1982-1984 Vice-Diretor, Divisão para a América do Sul, Ministério das Relações Exteriores, Jerusalém
1984-1985 Vice-Diretor, Divisão para Comunidades Europeias, Ministério das Relações Exteriores, Jerusalém
1985-1989 Ministro-Conselheiro, Chefe-adjunto da missão permanente de Israel ante as Comunidades Europeias, Bruxelas
1989-1992 Diretor da Divisão de Assuntos Políticos nas Nações Unidas e Direitos Humanos, Ministério das Relações Exteriores, Jerusalém
1992-1997 Embaixador de Israel, Lisboa, Portugal
1997-1998 Diretor Geral, Instituto Cultural Israel América-Ibérica, Jerusalém
1999-2000 Missões especiais na África e América Latina, Embaixador à 57ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas
2000-2004 Embaixador de Israel, Buenos Aires, Argentina
setembro 2004 - Aposenta-se
Publicações e Obras
Membro da delegação israelense à sessões da Assembleia Geral das Nações Unidas em 1978, 1979, 1980, 1981, 1982, 1991
Cúpula das Nações Unidas sobre Meio Ambiente (Rio de Janeiro, 1992)
Representante da 54ª sessão da Assembleia Geral da ONU,
Representante à Conferência Geral da HABITAT (Cidade do México, 1980)
Membro da delegação de Israel na primeira Conferência das Nações Unidas sobre Fontes Novas e Renováveis de Energia (Nairóbi, 1981)
Conferência Geral do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (Budapeste, 1991)
Cúpula das Nações Unidas sobre Meio Ambiente (Rio de Janeiro, 1992)
Observador de Israel nas sessões do Conselho Econômico e Social da ONU (Genebra, Nova Iorque, 1978-1982)
Biografia complementar
Nascido no Brasil, novembro de 1939 Aderiu ao Dror em meados dos anos 1950. Enviado ao Machon Lemadrichim em Jerusalém (1958). Retornando ao Brasil, foi mazkir do snif São Paulo, shaliach no Rio de Janeiro e Mazkir da Hanhagá Artzit. Demitiu-se da Hanhagá Artzit em inicios de 1963, a causa de divergências com a Hanhagá Elioná relativas à questão Erez/Bror Chail. Recém-casado com Clara, emigrou à Israel de maneira independente. Casado com Clara, três filhos e sete netos Convencido por sua esposa que não contribuiria muito a fazer “florescer o deserto” renunciou ao lugar de tralho que lhe foi oferecido em Yeruham e meses mais tarde foi aceito como funcionário do Ministério de Relações Exteriores em Jerusalém. 
This the default user group. All existing registered users are automatically assigned this group. Groups can be modified or deleted by the admin.
Brasileiros Oriundos de Movimentos Juvenis que depois da Aliá contribuiram à Sociedade Israelense em seu campo de atividade
Benjamin Oron ainda não fez nenhuma postagem no blog.
Benjamin Oron ainda não tem nenhum amigo.
Divulgue a mensagem