Poema em homenagem aos 70 anos do Habonim Dror no Brasil

 

70 anos construindo a liberdade

No Brasil, em Israel, para toda a humanidade

A paz é o ideal, não estamos sonhando

Se não agora, então quando?

 

Do rio Amazonas ao Rio de Janeiro

Sonhamos com o rio Jordão

Mas comendo falafel e shwarma de carneiro

Ao falar do Brasil, nos aperta o coração

 

Brasileiro judeu ou judeu brasileiro?

Melhor machané: Julho ou Janeiro?

Desde pequeno aprendendo a pensar

Mas então, qual vaadá você vai pegar?

 

De Ibiúna e Jundiaí para Bror Chail e Hatzerim

E as comunas urbanas de Beer Sheva

Vivendo o coletivo, como aprendemos no Habonim

Trabalhando a sociedade, como quem da terra tira a relva

 

Kol haMifkad Iaavor leDom

Hatikva, Techezak Na, o mazkir dá o tom

O número de chaverim não importa pra nada

O importante é a gritaria que preenche a quadra

 

O que teve hoje no kolbo? Ou seria haspaká?

Deixa isso pra lá, já pagou a kupá?

Ih, tem peulá depois da peguishá

Mas que sono, tô mais pra lá do que pra cá

 

Fale com o papai, fale com a mamãe

Vem pra machané, chanich querido

Diversão e aprendizado não tem idade

A saída é às 8, mas já é sabido

Nosso forte não é pontualidade

 

Abra o bilhete, o que está escrito no dôar?

Doe, doe sem doer, pois doar não dói

Quem doa se entrega, se conecta, se realiza

E você, meu velho chaver de 70 anos atrás

O que você diria se pudesse me ver hoje?

Há uma linha direta nos ligando a você

Você plantou a muda, mas o solo mudou

Você fincou raízes, e nós moldamos o tronco

Nós espalhamos o perfume das flores

Por ares que você conheceu apenas em sonhos

E se você puder sentir a abençoada fragrância

Desejo que reconheças o cheiro da tua semente

E saiba que o teu movimento inspirou o meu

Mas como acontece no mar

O movimento é o mesmo, a onda não é

A onda segue o movimento daquela que a precedeu

Ora banhando a mesma costa, ora criando novas praias

E orgulha-te; como nos ensinaste no teu hino

Não decaiu nossa coragem, nosso espírito, nosso ânimo


Rafael Stern

Divulgue a mensagem

5 respostas para “Poema em homenagem aos 70 anos do Habonim Dror no Brasil”

    1. Obrigado, Rimon. É inspirador ser herdeiro das fundações que vocês estabeleceram, e agora ter a oportunidade de juntar esforços para seguir na construção de um mundo melhor, como de alguma forma vocês nos ensinaram.

Deixe uma resposta